"There's no there, there". (W. Gibson. Mona Lisa Overdrive)
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

A ARTE É MESMO INTRIGANTE



Night Scene, P.P Rubens
Spatial Concept, Lucio Fontana


A arte é mesmo intrigante. Comparem esses dois quadros expostos no Gemeentemuseum, na Haia, Holanda. O primeiro é um primor da arte  barroca do séc. XVII, Night Scene, de Rubens. O segundo é uma "arte conceitual" do século XX, intitulada Spatial concept, do argentino Lucio Fontana.  Não quero fazer juízos de valor, mas se pensarmos em termos de execução da obra, quem tem mais méritos? O que é mais difícil fazer? Captar a luz, da maneira como fez Rubens, ou fazer dois rasgos numa tela monocromática para dar a ideia de profundidade da obra, como fez Fontana? Particularmente eu adoro a pintura flamenga e holandesa do século XVII e sou suspeito para falar. Mas, sinceramente, não dá para engolir a arte conceitual.