"There's no there, there". (W. Gibson. Mona Lisa Overdrive)
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

sábado, 17 de abril de 2010

SANDMAN

Sandman foi o que de melhor aconteceu nas HQs no final do século XX 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Edição gigante traz 20 volumes de Sandman, clássico em HQ de Neil Gaiman

da Livraria da Folha
Obra-prima de Neil Gaiman, Sandman é um marco dos quadrinhos uma das mais aclamadas HQs de todos os tempos. É também a história que mostrou, como nenhuma outra, o potencial artístico do formato.
 Divulgação
Coletânea monumental tem mais de 600 páginas de histórias e extras
No final da década de 1980, em um mercado dominado por histórias de super-heróis, Neil Gaiman criou a HQ de Morfeus, o Sonho. A personificação dos sonhos, pesadelos e criatividade. Gaiman costuma chamar Sandman, não de uma história, mas de uma "máquina de gerar histórias". Uma ode à capacidade e necessidade humana de sonhar.
Sandman é apenas um dos Perpétuos, criaturas com poderes divinos, mas que nasceram dos seres humanos, e cujas trajetórias foram se construindo junto da de Sonho nessa máquina de gerar histórias ao longo de 75 volumes e quase uma década.



O autor criou uma mistura única de mitologia antiga e referências pop em narrativas com sabor gótico, que mudaram para sempre a nona arte.
Os títulos de Sandman, muitos esgotados há anos no Brasil, foram relançados compilados em uma monumental edição de luxo cujo primeiro volume acabou de chegar ao mercado brasileiro. "Sandman Edição Definitiva (Vol. 1)" tem quase 30 centímetros de altura e traz 616 páginas de histórias e extras, como a proposta original da série, esboços dos personagens e páginas de arte a lápis.
A saga inteira de Sonho será compilada em 4 volumes, todos recoloridos segundo indicações do próprio autor. Esta primeira edição traz as histórias lançadas originalmente nas revistas Sandman de 1 a 20, além do roteiro completo da edição 19, chamada "Sandman: Sonho de uma Noite de Verão". A editora Panini ainda não tem previsão de quando os demais volumes serão lançados.